VIII Semana de Enfermagem em Arapiraca - Ano 2016

VIII Semana de Enfermagem em Arapiraca

 

77ª Semana Brasileira de Enfermagem

Tema: ABEn 90 anos - Construção Histórica e Política da Enfermagem 

 

A Enfermagem vem se solidificando a luz de uma base humanística, revigorando seus valores, mudando fatos que moldam e dão forma a sua prática, busca constantemente significado a existência do ser humano, no cuidado com a pessoa e com a vida. Esta visão que, gradativamente, vem se concretizando no fazer da enfermagem não se constitui de dados isolados e descontextualizados.

É através de uma análise histórica que se obtêm informações dessas conjunturas. Verificamos que a dimensão educativa proposta pela academia, ao longo dos anos, tem estimulado reflexões e indagações sobre a natureza e os contornos do trabalho científico, desafiando os enfermeiros a manterem a consciência de que é preciso cuidar numa perspectiva humana e científica e para que este propósito seja vislumbrado é necessário manter-se atualizado.

A competência profissional surge como um processo de construção, do desejo de crescer e de empreender, sendo que o melhor caminho é o continuo aperfeiçoamento, porque somos seres inacabados e nos encontramos em constante desenvolvimento. É necessário produzir conhecimentos que instrumentalizem o processo de tomada de decisões e a luta da categoria por condições adequadas de trabalho, por padrões éticos e de um perfil da força de trabalho esperado para o desempenho profissional seguro da enfermagem e do usuário dos serviços de saúde.

O espaço de produção e disseminação de conhecimento é fortalecido pelo protagonismo dos sujeitos envolvidos. O enfermeiro tem um compromisso moral de estar atualizado e capacitado para cuidar de maneira segura e qualificada, pois vivemos um tempo de constantes mudanças e convocação a um maior protagonismo dos grupos organizados da sociedade civil na construção das novas etapas da história do cuidado de enfermagem.

O trabalho da Enfermagem transcorre de forma coletiva e em conjunto com outros profissionais da área de saúde. Tem como base um saber consolidado que busca subsidiar o como agir no dia a dia, além de apontar estratégias, para o enfrentamento de desafios constantes de sua pratica profissional. Falar da Enfermagem como trabalho e profissão nos reporta a atitudes de fortalecer conquistas e ser capaz de captar o emergente.

Nesta conjuntura, devemos defender o direito a vida, à saúde e a qualidade do cuidado prestado, bem como a valorização da profissão orientada pelo agir ético e pelo exercício do pensamento crítico. É necessário que os profissionais de enfermagem assumam o protagonismo no âmbito da saúde e na sociedade como um todo, desvelando uma profissão que pensa, age e defende um modelo de organização do trabalho que considera o direito à saúde para o conjunto da população e o provimento de ações tecnicamente competentes e protetoras dos direitos dos usuários.

É preciso considerar, ainda, os múltiplos sujeitos envolvidos no trabalho coletivo em saúde, os diferentes profissionais e as diferenças individuais e culturais que se apresentam nas múltiplas e desafiantes situações cotidianas de trabalho. 

 

ENFERMEIRA MARGARITA ANA RUBIN UNICOVSKY

COORDENAÇÃO NACIONAL DA 77ª SEMANA BRASILEIRA DE ENFERMAGEM

Disponível em: http://www.abennacional.org.br/home/img/CadernodeDicas2016.pdf